Escritor compulsivo,Torquato carregava

consigo uma pequena máquina de escrever
“portátil”. Era parte de si. Sua extenão
.

O que fez foi produzido no curto espaço de não
mais que dez anos. Além de memórias, deixou

influências que sobrevivem na arte e cultura

brasileira movida por intensa curiosidade,

que não tem fim. Inspirado, inspirou
e inspira. Por isso, respira.


Ponha a boca no mundo:

assim não é possível.

/Ou então feche o riso e aperte os
dentes /de uma vez.

Ponha a boca no mundo:

somente assim, é possível, /louca,
qualquer coisa louca /de uma vez.

© 2018 Por Plug Propaganda

Torquato Neto